Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.

pdr placa

FSE

Galerais de Foto

Mailing List da ADRIL
 


Medidas excepcionais e temporárias, no âmbito da operaçõeso 10.2.1.4 - Cadeias curtas e mercados locais
Medidas excepcionais e temporárias, no âmbito da operaçõeso 10.2.1.4 - Cadeias curtas e mercados locais
Medidas excepcionais e temporárias, no âmbito da operaçõeso 10.2.1.4 - Cadeias curtas e mercados locais

Já se encontra publicada a Portaria n.º 86/2020 - Diário da República n.º 67-A/2020, Série I de 2020-04-04, que estabelece um conjunto de medidas excecionais e temporárias relativas à situação epidemiológica da doença COVID 19, no âmbito da operação 10.2.1.4, «Cadeias curtas e mercados locais», da ação n.º 10.2, «Implementação das estratégias», integrada na medida n.º 10, «LEADER», da área n.º 4, «Desenvolvimento local», do Programa de Desenvolvimento Rural do Continente:

1. Alargamento da tipologia de beneficiários

Na versão atual da Portaria 152/2016, apenas podem beneficiar da componente cadeias curtas os agricultores a título individual ou em parceria. Pretende-se alargar o leque de beneficiários às restantes entidades que já são elegíveis aos mercados locais (municípios, associações de agricultores, GAL), com vista a possibilitar que estas entidades possam efetuar a adaptação de espaços já existentes que se constituam como locais onde os agricultores possam fazer a entrega dos seus cabazes (novo nº 3 do artigo 28º).

2. Redução do investimento mínimo

O investimento mínimo elegível atual é de 5.000 euros. Atenta a natureza da excecionalidade da medida, entende-se que o limite mínimo de 5.000 euros pode ser limitador da apresentação de projetos dada a natureza de muitos dos potenciais beneficiários - pequenos agricultores, pelo que se propõe a redução para um investimento mínimo de 500 euros (alínea b) do nº1 do artigo 30º).

3. Alargamento do conceito de "deslocações dos produtores"

Atualmente a portaria prevê a possibilidade de dar um apoio de 48 euros por deslocação do agricultor ao mercado até um limite máximo de 7.488 euros por projeto correspondente a 1 deslocação por semana ao mercado, durante 3 anos.

Propõe-se atribuir o mesmo apoio para as deslocações dos agricultores na entrega direta de produtos aos consumidores ou em pontos de entrega que não os mercados e não apenas na deslocação ao mercado, equiparando-se um dia de entregas a uma deslocação (artigo 34º, nº 4; nº 14 do anexo IX).

4. Alargamento das elegibilidades

Prever a possibilidade de aquisições de serviços pelos agricultores para a realização das entregas.

Estas alterações são aplicáveis ao anúncio 003/ADRIL/2019, que se encontra em decurso (http://www.adril.pt/ver.php?cod=0C0G0I).

voltar
Imprimir Imprimir Enviar Enviar Partilhar
topo
 
PRODER - Programa de Desenvolvimento Rural Leader - Dinamização das Zonas Rurais. ministério da agricultura do desenvolvimento rural e das pescas União Europeu - Fundo Europeu Agriculo de Desenvolvimento Rural
ADRIL - Associação do Desenvolvimento Rural Integrado do Lima 2010, Todos os Direitos Reservados : Política de Privacidade e Segurança . Ficha Técnica :